Orlando – Casa de Férias ou Timeshare?

Comprar casa de férias se tornou uma febre em Orlando, principalmente entre estrangeiros, especificamente brasileiros, ingleses, venezuelanos e russos.

Claro que quem compra uma casa de férias em um condomínio em Orlando não pretende morar na casa, mas sim usá-la por algumas semanas por ano. O problema que ocorre é que, além do preço gasto com a aquisição e mobília da casa, as despesas mensais são bastante altas para que a casa fique fechada quase todo o ano.

Então o inevitável tem que acontecer: colocar a casa para alugar.

Existem diversas agências em Orlando e Kissimmee que gerenciam o aluguel por temporada para os proprietários estrangeiros. Parece uma solução natural para que se possa amortizar um pouco os custos de manter a casa fechada. Assim, a idéia é alugar a casa fora de temporada para que se possa utilizar com a família na temporada.

 

bella vida aerial

 

Aí começam a surgir as desilusões. 

Primeiro: é muito mais fácil, e a tarifa melhor, alugar na temporada, justamente quando você pretende usar a casa com sua família. Resta então alugar a casa na baixa temporada, com tarifas baixas e a alta taxa de vacancia (período desocupado).

Segundo: A agência aluga sua casa e entrega a chave ao inquilino. O que acontece depois disso é por risco e conta seu. O que ocorre na maioria dos casos é você alugar a casa para 6 pessoas, mas os inquilinos aparecem em grupos de 10, 15, até 20 pessoas. Ninguém sabe, ninguém vê. Não existe controle de quem entra ou que sai de um condomínio. Quando isso acontece, limpezas pesadas e reparos serão necessários para colocar a casa de volta em bom estado.

Você espera receber seu cheque do aluguel, mas ele vem bem menor do que antecipado. São descontadas as limpezas e os consertos.

No fim das contas, com as baixas tarifas, você quase que alugou de graça, e suas despesas para manter a casa não foram cobertas.

 

De acordo com dados divulgados por agências oficiais, existem perto de 17 mil casas de férias sendo alugadas em Orlando e Kissimmee.

 

De acordo com dados da American Resort Development Association, ou ARDA, mais de 1,5 milhão de famílias possuem um timeshare na área de Orlando.

São quase 100 vezes mais.

Claro que se pode argumentar que, pelo fato de a diferença de preço ser grande entre um timeshare e uma casa de férias, ocorre essa disparidade. Um timeshare em Orlando custa entre 15 e 30 mil dólares, enquanto uma casa de férias custa mais de 200 mil dólares.

Mas mesmo assim, a diferença é muito grande. De acordo com estudos da ARDA, o típico cliente de timeshare nos EUA é de classe média alta e alta, com salário anual de mais de 100 mil dólares, entre 35 e 50 anos de idade. Isso significa que grande parte dos proprietários de timeshare teriam condição de comprar uma casa de férias em Orlando.

Então, porque o americano compra muito mais timeshare do que casa de férias?

O timeshare, ou tempo compartido, ou propriedade de férias, como também é conhecido, pode oferecer as seguintes vantagens em relação a casa de férias:

  1. Não precisa se preocupar em manter, reformar, limpar.
  2. Não precisa lidar com agências de aluguel e inquilinos.
  3. Não precisa da receita do aluguel para pagar as despesas.
  4. Não está restrito a Orlando

Em relação a esse último item: uma das vantagens to timeshare é poder usar o intercâmbio e viajar para qualquer parte do mundo e se hospedar em acomodações similares a sua, sem pagar as tarifas dos hotéis. Com a casa de férias, você, ou se vê obrigado a ir sempre para o mesmo lugar porque já tem a casa, ou paga dobrado, ou seja, paga as despesas de sua casa e paga as tarifas dos hotéis.

 

intercambio de férias

 

Porque então muitos estrangeiros preferem a casa de férias ao invés do timeshare?

Além da esperança de valorização imobiliária, que é de certa forma duvidosa em Orlando, dado não só a grande oferta do mercado secundário, mas principalmente pela oferta de casas novas que surgem todos os anos, muitos estrangeiros não acreditam no sistema de timeshare.

Em vários países não existe uma legislação que obrigue as empresas de administração a manter contas de reservas para despesas futuras. O que ocorre então é a degradação natural da propriedade.  Quando se tornam necessárias reformas ou reposições, o custo que é cobrado de cada proprietário é tão alto, que ninguém se dispõe a pagar e a propriedade entra em decadência.

Por isso alguns projetos novos em países como o Brasil, por exemplo, estão fazendo planos de timeshare de 10 ou 15 anos. Aparenta ser mais confiável.

Nos EUA as empresas de administração, em nome das associações de proprietários, mantém contas de reservas para reformas, pinturas, trocas de móveis e eletrodomésticos. Isso assegura que a propriedade esteja sempre em ordem.

O segundo motivo é a má fama que ainda é carregada dos anos 70 e 80, quando muitos projetos eram realmente ruins, venda sob uma pressão grande, e com um intercâmbio que não funcionava como prometido.

Se você tem essa pré concepção, olhe de novo para a indústria. Hoje você encontra hotéis e resorts das melhores redes hoteleiras do mundo no sistema, como Hilton, Sheraton, Hyatt, Disney, entre outras, e as empresas de intercâmbio desenvolveram sistemas que realmente funcionam.

Tire suas conclusões e entenda o porque de 1,5 milhão contra 17 mil.

Para conhecer mais sobre timeshare, ou propriedade de férias, visite o Signum Orlando.

No Comments Yet.

Leave your comments